Blog

Você conhece o movimento maio amarelo? 

O alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo sempre foi uma grande preocupação e desafio das autoridades na necessidade de conscientizar a sociedade para esse problema. 

Assim, surge o movimento maio amarelo, que tem o objetivo de juntos, Poder Público e a sociedade civil, pautar o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, discutir o tema, pensar ações e disseminar o conhecimento com toda a amplitude que a questão do trânsito exige.

Para se ter uma ideia do tamanho do problema, o texto abaixo retirado do site https://maioamarelo.com/o-movimento/, apresenta alguns dados importantes que dão base para a urgência do tema. 

SOBRE A DÉCADA DE AÇÃO PARA SEGURANÇA NO TRÂNSITO

A Assembleia-Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas.

São três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas ou a nona maior causa de mortes no mundo. Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos. Atualmente, esses acidentes já representam um custo de US$ 518 bilhões por ano ou um percentual entre 1% e 3% do PIB (Produto Interno Bruto) de cada país.

Se nada for feito, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da ONU com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020.

Fonte: https://maioamarelo.com/o-movimento/

O MOVIMENTO MAIO AMARELO, como o próprio nome traduz, é uma ação e não uma campanha. Isso significa que cada cidadão, entidade ou empresa pode e deve utilizar o laço do MAIO AMARELO em suas ações de conscientização tanto no mês de maio, quanto durante o ano inteiro.

Confira abaixo as dicas de segurança no trânsito que o Cemitério Parque dos Pinheiros preparou para você. 

1. Pratique a direção defensiva

Não cometa infrações de trânsito e nem se envolva em situações de risco. Se antecipe em casos de identificação de possíveis acidentes, e evite-os.

2. Não dirija com sono

Não dirija se estiver se sentindo cansado ou se não dormiu as horas necessárias para o descanso. Dirigir com sono é uma das causas de muitos acidentes. Se você trabalha com transporte de cargas, é taxista, motorista de aplicativo ou algo semelhante, não exceda as horas de trabalho. 

3. Faça manutenções em seu veículo

Tenha certeza de que seu veículo está com a revisão em dia. Cheque sempre as condições dos pneus, freios, luzes e direção. 

4. Respeite a sinalização

Esteja atento à sinalização e aos limites de velocidade.

5. Mantenha distância de outros veículos

Cuide de você e dos outros, mantenha distância segura de veículos e pessoas, garanta uma distancia segura para frear em caso de emergência. E lembre-se: crianças e animais podem surgir a qualquer momento, garanta a segurança deles!

Converse com seus amigos e familiares, fale da importância da responsabilidade no trânsito.
Salvar vidas é dever de todos nós!